Quais são os graus dos adjectivos?

Categoria: Língua Portuguesa 9 years ago
debora
Perguntado 9 years ago
debora

Curta no Facebook, +1 no Google, poste no Twiter ou compartilhe esta questão em outra rede social.

Nas frases seguintes, os nomes adjectivos lindo, puro e doce exprimem simplesmente uma qualidade ou um estado, sem indicar aumento nem diminuição. Por isso se diz que estão no grau normal (positivo):



Este tecido é lindo.

O azeite que comprámos é puro.

Este café está doce.


Nas frases seguintes, os adjectivos bonito e bonita, precedidos dos advérbios mais, tão e menos, exprimem a comparação da qualidade de uma coisa (fato) com outra coisa, ou da qualidade de uma pessoa com outra pessoa:



O meu fato é mais bonito do que o teu.

O meu fato é tão bonito como o teu.

O meu fato é menos bonito do que o teu.

A Olívia é mais bonita do que a Júlia.

A Olívia é tão bonita como a Júlia.

A Olívia é menos bonita do que a Júlia.

Por isso se diz que estão no grau comparativo.




Nos exemplos — o meu fato é mais bonito do que o teu e — a Olívia é mais bonita do que a Júlia, — o comparativo é de superioridade. Nos exemplos — o meu fato é tão bonito como o teu e — a Olívia é tão bonita como a Júlia, — o comparativo é de igualdade. Nos exemplos — o meu fato é menos bonito do que o teu e — a Olívia é menos bonita do que a Júlia, — o comparativo é de inferioridade.

Portanto:

a) O comparativo de superioridade forma-se colocando o advérbio mais antes do adjectivo positivo;

b) O comparativo de igualdade forma-se colocando o advérbio tão antes do adjectivo positivo;

c) O comparativo de inferioridade forma-se colocando o advérbio menos antes do adjectivo positivo.



Nas frases seguintes, os adjectivos lindo e belo, precedidos do advérbio muito, e os adjectivos lindíssimo e belíssimo, exprimem uma qualidade elevada a um alto grau. Por isso se diz que estão no grau superlativo:



Tens um cravo muito lindo.

Tens um cravo lindíssimo.

Esta paisagem é muito bela.

Esta paisagem é belíssima.


VÁRIOS MODOS DE EXPRIMIR O SUPERLATIVO

O superlativo absoluto não estabelece relação entre a qualidade de uma pessoa ou coisa e a de outras. Pode ser simples e composto.

a) O simples forma-se geralmente juntando ao positivo –íssimo.

b) O composto forma-se colocando antes do positivo o advérbio mui ou muito.

O superlativo relativo estabelece relação entre a qualidade de uma pessoa ou coisa e a de outras. Pode ser de superioridade e de inferioridade.

a) O superlativo relativo de superioridade forma-se colocando antes do positivo o mais.

b) O superlativo relativo de inferioridade forma-se colocando antes do positivo o menos.

ABSOLUTO
SIMPLES: este fruto é saborosíssimo
COMPOSTO: este fruto é mui ou muito saboroso
RELATIVO
DE SUPERIORIDADE: este fruto é o mais saboroso do pomar

O superlativo absoluto não estabelece relação entre a qualidade de uma pessoa ou coisa e a de outras. Pode ser simples e composto.
a) O simples forma-se geralmente juntando ao positivo –íssimo.
b) O composto forma-se colocando antes do positivo o advérbio mui ou muito.
O superlativo relativo estabelece relação entre a qualidade de uma pessoa ou coisa e a de outras. Pode ser de superioridade e de inferioridade.
a) O superlativo relativo de superioridade forma-se colocando antes do positivo o mais.
b) O superlativo relativo de inferioridade forma-se colocando antes do positivo o menos.
ABSOLUTO
SIMPLES: este fruto é saborosíssimo
COMPOSTO: este fruto é mui ou muito saboroso
RELATIVO


  • DE SUPERIORIDADE: este fruto é o mais saboroso do pomar

  • DE INFERIORIDADE: este é o menos saboroso fruto do pomar



David Azevedo
Respondido 9 years ago
David Azevedo

Favor se cadastrar/logar para responder esta pergunta.  Clique aqui para fazer o login